A oncologia é uma área muito importante de atuação da fisioterapia.

Estes pacientes têm que ser acompanhados por uma equipa multidisciplinar, pois têm problemas de vários foros, desde psicológicos, a dermatológicos, a gastro-intestinais, a musculares, a linfáticos, a articulares, entre outros.

O fisioterapeuta pode atuar depois de uma cirurgia, tentando devolver amplitudes de movimento perdidas,  normalizar a elasticidade dos tecidos, drenar a linfa acumulada, aliviar a dor, etc.

Nomeadamente nas mastectomias o fisioterapeuta intervém na cicatriz, nas articulações, principalmente do ombro, no desenvolvimento muscular, na circulação linfática entre outros. 

De entre as técnicas usadas a massagem, a mobilização, a drenagem linfática manual, o ensino de exercícios adequados a cada paciente têm um papel preponderante na recuperação. 

Deste modo, a qualidade de vida será restabelecida mais rapidamente.

Sabia que...

Nas situações oncologicas a atenção se centra em salvar a vida.  Esquecendo muitas vezes o tratamento de outros factores que são imprescindíveis para que a vida continue com qualidade?